Jornal Simpatia de Caçapava e Região

Rua José Germano, 430 - Residencial Esperança, Caçapava - SP. CEP: 12.285-460

Editorial

Que início de ano é esse?

Sem dúvida, quem melhor definiu a grande perda para o Brasil com a morte do jornalista Ricardo Boechat foi a procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Disse ela: “o silêncio de Boechat será eloqüente e sentido em todo o país, porque ele fazia a crítica séria e necessária que caracteriza o bom jornalismo e é tão necessário para a democracia. Seus ouvintes e leitores sempre contaram com sua coragem e seu discernimento para compreender os movimentos da política e da gestão pública, em análises focadas na ética e na transparência. É, por isso, uma perda significativa para o jornalismo brasileiro.” Aos 66 anos e após mais de quatro décadas de excelente serviço prestado ao jornalismo e ao Brasil, Ricardo Boechat faleceu em um acidente de helicóptero, deixando esposa, seis filhos e um sem número de ouvintes e leitores em tristeza profunda.

Esse acidente aéreo foi mais uma das grandes tragédias que nos rodeiam neste início de 2019. Em Brumadinho,...

Publicação: 14/02/2019 20:32:08 - Leia mais Faça um comentário

Lugar de criminoso é na cadeia

O ministro da Justiça, Sergio Moro, apresentou nesta semana um projeto de lei anticrime que pretende endurecer, de uma vez por todas, o tratamento daqueles que praticarem crimes. O texto quer alterar 14 leis com o objetivo de combater três frentes principais: corrupção, crime organizado e crimes violentos. Segundo o ministro, não há como separar esses itens, ou seja, “os três problemas estão vinculados”. “Não adianta tratar de um sem tratar dos demais, disse Moro. E ele tem razão.

A proposta prevê alterações no Código Penal, no Código de Processo Penal e na Lei de Crimes Hediondos com destaque para a criminalização do caixa 2, prisão após condenação em segunda instância como regra no processo penal e punições mais rigorosas.

A prisão em segunda instância, por exemplo, amplamente debatida naquele caso famoso de um ex-político que está devidamente preso e continua brincando com o judiciário por meio de recursos e mais recursos sem...

Publicação: 08/02/2019 00:40:54 - Leia mais Faça um comentário

Desacato à autoridade não é mais crime, decide STJ

STJ entende que a tipificação é incompatível com o Pacto de São José da Costa Rica.

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) descriminalizou a conduta tipificada como crime de desacato a autoridade, por entender que a tipificação é incompatível com o artigo 13 da Convenção Americana de Direitos Humanos (Pacto de São José da Costa Rica). A decisão foi tomada na sessão da quinta-feira (15/12/2016).

O ministro relator do recurso no STJ, Ribeiro Dantas, ratificou os argumentos apresentados pelo Ministério Público Federal (MPF) de que os funcionários públicos estão mais sujeitos ao escrutínio da sociedade, e que as “leis de desacato” existentes em países como o Brasil atentam contra a liberdade de expressão e o direito à informação.

A decisão, unânime na Quinta Turma, ressaltou que o Supremo Tribunal Federal (STF) já firmou entendimento de que os tratados internacionais de direitos humanos ratificados pelo...

Publicação: 31/01/2019 22:13:58 - Leia mais Faça um comentário

Eleições 2020

Em 2020 vamos eleger um prefeito e vereadores que desenvolvam os seguintes projetos:

1) Comprometam se a doar parte do seu salário e de seus comissionados para aquisição de remédios para a FUSAM e que assine um termo durante a campanha, registrado em cartório, comprometendo se a valorizar as pessoas de Caçapava para cargos comissionados. O caçapavense não aceita mais comissionados turistas.

2) Elabore um projeto a fim de que, ao realizar uma obra em Caçapava, a equipe de trabalho seja condizente com o tamanho do serviço a ser realizado. Vamos acabar com esse negocio de ficarem 10 funcionários para um serviço pequeno. Fica 1 chefe, 1 supervisor, 1 mestre de obras, 1 encarregado todos juntos para acompanhar um funcionário que vai pintar ou capinar um local! Isto precisa acabar!

3) Criar uma tolerância de 15 minutos para a Zona Azul com talão especifico, sem custo onde, seria marcado o horário inicial que parou evitando se multas para os veículos...

Publicação: 24/01/2019 22:03:08 - Leia mais Faça um comentário

Então agora posso andar armado?

É claro que não. Não podemos confundir posse de arma com porte de arma. O decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro nesta semana flexibiliza a posse de arma, ou seja, o direito do cidadão possuir uma arma em casa e não de andar armado pelas ruas.

O decreto alterou algumas regras para que o cidadão possa ter armas em casa. De acordo com as novas regras, poderá ter arma em casa quem morar em cidades ou estados onde a taxa de homicídios seja superior a 10 casos para cada 100 mil habitantes, quem morar em áreas rurais, quem for dono de estabelecimentos comerciais e industriais, os militares, os agentes públicos que exercem funções na área de segurança pública, administração penitenciária, integrantes do sistema socioeducativo lotados em unidades de internação, da Agência Brasileira de Inteligência e no exercício do poder de polícia administrativa e correcional em caráter permanente. Além desses, também podem ter arma colecionadores, atiradores e...

Publicação: 17/01/2019 21:33:20 - Leia mais Faça um comentário

Milagre em Brasília: Exemplo a ser seguido

O deputado federal José Antonio Reguffe (PDT-DF), que foi, proporcionalmente, o mais bem votado do país com 266.465 votos (18,95% dos votos válidos do DF), estreou na Câmara dos Deputados fazendo barulho.

De uma tacada só, protocolou vários ofícios na Diretoria-Geral da Casa. Abriu mão dos salários extras que os parlamentares recebem (14°e 15° salários), reduziu sua verba de gabinete e o número de assessores a que teria direito (de 25 para apenas 9).

E tudo em caráter irrevogável (nem se ele quiser, poderá voltar atrás).

Além disso, reduziu em mais de 80% a cota interna do gabinete, o chamado "cotão". reduzindo os R$ 23.030,00 que teria direito por mês, para R$ 4.600,00. Segundo os ofícios, abriu mão também de toda verba indenizatória, de toda cota de passagens aéreas e do auxílio-moradia, tudo também em caráter irrevogável.

Sozinho, vai economizar aos cofres públicos mais de R$ 2,3 MILHÕES (isso mesmo R$ 2.300.000,000)...

Publicação: 10/01/2019 19:24:16 - Leia mais Faça um comentário

Natal, paz e bem a todos!

Mais uma edição de Natal de Jornal Simpatia de Caçapava e Região está em suas mãos, abordando reflexões e celebração em torno do tema Natal, que nos querem ajudar em especial na celebração do nascimento de Jesus e no vivenciar desta mensagem no novo ano que está próximo. Que a mensagem natalina possa ser nova e atual em nossas casas, comunidades, local de trabalho e lazer, trazendo-nos a paz e o bem a todos. Que Jesus possa sempre de novo nascer e renascer, em todos os corações e relacionamentos humanos.

No mês de dezembro é comum avaliarmos a caminhada do ano, seja no lar, na escola, no trabalho, na igreja... Expressamos nossa gratidão, pedimos perdão, firmamos propósitos e sonhamos com um novo ano cheio de esperança e confiança em Deus. Que neste novo ano possamos planejar e assumir propósitos investindo no que pode ser melhor, e mudar o que pode ser mudado, começando conosco. Como diz a escritora francesa Anais Nin: “Sempre dizem que o tempo...

Publicação: 20/12/2018 22:35:13 - Leia mais Faça um comentário

Vergonha

Dizem que só é rico de verdade quem tem saúde, até porque o dinheiro não compra tudo. Se essa máxima for verdadeira, está cada dia mais difícil encontrar um caçapavense rico. Há tempos a saúde em Caçapava pede ajuda diante da inércia da Administração Pública local. A saúde do município está na UTI, pedindo socorro, convalescendo, moribunda.

Basta uma breve sapeada na redes sociais para encontrarmos diversos relatos de problemas relacionados à saúde, à FUSAM, aos Postos de Saúde. É óbvio que está não é uma situação recente. Vem de longa data e de outras administrações. Porém, pouco se observa em atitudes específicas e focadas em resolver os transtornos pelos quais a população vem passando.

Não obstante, mais uma empresa contratada pela Prefeitura para gerenciar a Saúde está prestes a encerrar o contrato. Em dois anos de governo, três empresas, incluindo a atual, assumiram o enorme desafio de administrar o setor de saúde num...

Publicação: 06/12/2018 18:49:56 - Leia mais Faça um comentário

Desburocratização – Agora é Lei

Entrou em vigor a Lei 13.726, de 8 de Outubro de 2018. Conhecida como Lei da Desburocratização, a partir de agora todas as esferas da administração pública, ou seja, órgãos federais, estaduais, municipais e Distrito Federal não poderão exigir do cidadão reconhecimento de firma, bem como cópias autenticadas de documentos para a realização de qualquer ato. Os órgãos e os cartórios tiveram 45 dias para tomar conhecimento e se adequar.

Mas agora é para valer e o cidadão deve ficar atento para fazer valer seus direitos. O objetivo é desburocratizar mediante a supressão ou a simplificação de formalidades ou exigências desnecessárias que possam trazer custos, tanto para os órgão públicos, quanto para o cidadão que sejam superiores ao eventual risco de fraude.

O texto da legislação diz que não poderá mais ser exigido do cidadão o reconhecimento de firma, bem como a autenticação de documentos, o que gera custos desnecessários, uma vez que...

Publicação: 29/11/2018 21:46:39 - Leia mais Faça um comentário

Proclamação da República no Brasil

História da Proclamação da República, feriado do dia 15 de novembro, crise da monarquia, Marechal Deodoro da Fonseca, movimento republicano, história do Brasil, fim da monarquia, democracia no Brasil.

Introdução

No final da década de 1880, a monarquia brasileira estava numa situação de crise, pois representava uma forma de governo que não correspondia mais às mudanças sociais em processo. Fazia-se necessário a implantação de uma nova forma de governo, que fosse capaz de fazer o país progredir e avançar nas questões políticas, econômicas e sociais.

Crise da Monarquia

A crise do sistema monárquico brasileiro pode ser explicada através de algumas questões:

- Interferência de D. Pedro II nos assuntos religiosos, provocando um descontentamento na Igreja Católica;

- Críticas feitas por integrantes do Exército Brasileiro, que não aprovavam a corrupção existente na corte. Além disso, os militares estavam descontentes com a...

Publicação: 14/11/2018 22:57:15 - Leia mais Faça um comentário

Páginas:

12345