Jornal Simpatia de Caçapava e Região

Rua José Germano, 430 - Residencial Esperança, Caçapava - SP. CEP: 12.285-460

O Bolsonarismo é o novo petismo?


"Depois de anos no poder estimulando a divisão entre os brasileiros, o Partido dos Trabalhadores vê sua hegemonia terminada com a vitória do ex-deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) nas eleições para presidente do Brasil. Mas, e é o que tudo indica, que não haverá mudanças como prometido por Bolsonaro durante a campanha eleitoral, ministros nomeados pelo ex-deputado e agora presidente eleito estão ou sendo investigados ou com fortes suspeitas de corrupção. Filho e esposa acusados de ficar com parte dos salários de funcionários e assessores nomeados pelo filho Flávio. E seus seguidores que não fizeram outra coisa a não ser criticar e acusar petistas não deixam nada a desejar para a ala mais radical do PT, usando o mesmo modo de agir: ofensas, ataques à mídia e culto à personalidade."

O PT e sua militância se notabilizaram desde que chegaram ao poder por uma postura bastante radical, o “nós contra eles”, da divisão da sociedade entre classes, raças, até profissões.

Além disso, o ex-presidente e agora presidiário Luiz Inácio Lula da Silva vivia ameaçando a imprensa com a “democratização da mídia” — na prática uma espécie de censura com nome bonito. "

"Essa postura fez com que bons quadros abandonassem o partido, e inviabilizou o diálogo com as pessoas que pensavam diferente, prejudicando a jovem cultura democrática brasileira. "

Os bolsonaristas não perdem em nada aos lulistas, um centro de ataque no Facebook e whatsapp foi montado para atacar artistas que aderiram o #elenão, qualquer órgão de imprensa que publicassem matéria contraria ao capitão, contra STF e claro ao PT que foi o grande mote do proselitismo político dos bolsonaritas. A divulgação e repasse fica sempre por conta de bobocas agressivos, mal-educados e ingênuos bolsonaristas que fecharam os olhos as mentiras de campanha do “mito”, como 15 ministérios que já virou 23, indicação de corruptos e desviadores de verba pública como ministros e o envolvimento de seus familiares em desvios de parte dos salários dos funcionários nomeados pelo filho do Bolsonaro, à assembleia do Rio.

Vivemos tudo isso na era PT e agora começamos a viver com o bolsonarismo.

Publicado ás: 13/12/2018 22:54:36

Comentários