Jornal Simpatia de Caçapava e Região

Rua José Germano, 430 - Residencial Esperança, Caçapava - SP. CEP: 12.285-460

Mário Pereira: Palestra sobre a FEB no 6º BIL

No dia 26 de novembro, aconteceu no Espaço Cultural do 6º BIL, palestra sobre a Força Expedicionária Brasileira (FEB), proferida pelo italo-brasileiro Mario Pereira, atual responsável pelo monumento da FEB, na cidade de Pistoia, na Itália.

O evento, promovido pelo Grupo Monte Castelo de Reencenações Históricas de São Paulo, teve a participação do TCel Silvio de Lima, Subcomandante do 6º Batalhão de Infantaria Leve (Aeromóvel) além de grande número de militares e civis.

No final do evento, o sr. Mário Pereira foi homenageado pelo sr. Paulo Kasseb, presidente do Grupo Monte Castelo de Reencenações Históricas e pelo TCel Silvio Lima, em nome do 6º BIL, com um quadro representativo da rendição alemã em Fornovo di Taro.

Ao término da solenidade, o Grupo de Encenação Monte Castelo prestou homenagem ao Sr Mario Pereira, por todo o contexto de sua atuação frente ao Monumento Votivo Brasileiro em Pistóia, na Itália.

Preservar a memória dos vultos históricos e de seus feitos em prol do Brasil é uma das diretrizes do Exército. Com esse objetivo, a instituição mantém viva a memória da Força Expedicionária Brasileira (FEB) e de seus 465 militares que tombaram em solo italiano entre 1944 e 1945, durante a Segunda Guerra Mundial.

Nesse contexto específico, cabe ressaltar o papel desempenhado por estudiosos e pesquisadores da trajetória da FEB na Itália, a exemplo do ítalo-brasileiro Mario Pereira e do italiano Giovanni Sulla. O primeiro deles tem raízes diretas com os Pracinhas. Seu pai, o então Sargento Miguel Pereira, foi um dos 25.334 combatentes da Campanha na Itália. Ao término da guerra, casou-se com uma italiana, que deu à luz em 1959, na cidade de Pistóia.

Essa localidade abrigou um cemitério onde os Pracinhas que pereceram no conflito repousaram até o ano de 1960, quando seus despojos foram trasladados para o Monumento Nacional dos Mortos na Segunda Guerra Mundial, no Rio de Janeiro. No lugar do antigo cemitério, foi criado o Monumento Votivo Militar Brasileiro, inaugurado em 7 de junho de 1966, cujo primeiro administrador foi o pai de Mario, que manteve os nomes dos Pracinhas gravados em lápides e em um extenso paredão, margeado por um belo espelho d´água.

Em 1997, Mario Pereira assumiu a função, sendo contratado pela Embaixada do Brasil na Itália. Além de gerir o espaço e atuar como um entusiasmado guia para os visitantes, profere palestras sobre a FEB, na Itália e no Brasil, bem como criou um pequeno museu com relíquias da saga brasileira na Segunda Guerra Mundial, incluindo uma biblioteca, ambos em uma sala anexa ao Monumento Votivo.


Fonte: taiadaweb.com.br
Categoria: Caçapava | Publicado ás: 29/11/2018 21:41:13

Comentários