Jornal Simpatia de Caçapava e Região

Rua José Germano, 430 - Residencial Esperança, Caçapava - SP. CEP: 12.285-460

Projeto da Secretaria de Cidadania e Assistência Social de Caçapava é aprovado pelo Condeca

A Prefeitura de Caçapava, por meio da Secretaria de Cidadania e Assistência Social, assinou convênio na última quinta-feira (26) com o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Condeca) para desenvolvimento no município do projeto Empoderamento Feminino Infantojuvenil, que prevê o atendimento de 360 meninas, de 7 a 10 anos de idade, por um período de nove meses.

O projeto foi aprovado em edital público do Condeca para receber financiamento no valor de R$ 166.500,00. A meta é proporcionar conhecimento sobre a igualdade de gênero para as meninas atendidas, desenvolvendo o protagonismo infantojuvenil. Serão beneficiadas moradoras dos bairros Nova Caçapava, Santa Luzia, Vila Paraíso, Boa Vista e Pinus do Iriguassu I e II.

Segundo a psicóloga e chefe de Divisão e Atendimento à Comunidade da Secretaria de Cidadania e Assistência Social, Andréia Fernandes do Carmo, um piloto do projeto já é desenvolvido no município por meio do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social). A proposta é ampliar e reforçar o atendimento.

O objetivo, de acordo com a proposta aprovada no edital, é orientar as participantes na construção e reconstrução de suas histórias e vivências individuais e coletivas, contribuindo para o fortalecimento da autoestima das meninas por meio de atividades formativas diversas, como rodas de conversas, contação de histórias, dinâmicas, brincadeiras, oficinas e palestras.

Os trabalhos serão conduzidos por uma equipe formada por educadores sociais e apoio de psicólogos e assistentes sociais.

O projeto visa ainda ajudar na criação de estratégias e alternativas para a superação da desigualdade de gênero. A intenção é fazer com que as participantes atuem como multiplicadoras do conhecimento adquirido nos diversos ambientes que frequentam, como família, escola, igreja e comunidade em geral.

As atividades serão desenvolvidas simultaneamente em quatro polos, no contraturno escolar. O percurso formativo atenderá 30 participantes por grupo, com um total de 12 encontros por ciclo de atividades. Os encontros serão semanais. Na pauta estão assuntos como fortalecimento da autoestima das meninas, desconstrução de conceitos e padrões de comportamento, interação com a família, entre outros.


Categoria: Caçapava | Publicado ás: 05/10/2019 08:25:36

Comentários